Notícias

Patronal nega proposta dos trabalhadores e quer reduzir direitos

Geral, 09 de Agosto de 2022 às 21:40h

Patrões dificultam negociações da Campanha Salarial.

 

Representantes da Fetim-Ba, dos Sindicatos dos Metalúrgicos e do Sindicato Patronal  se reuniram para mais uma rodada de negociações, na manhã desta terça, 09. Os patrões não só continuam negando as reivindicações dos trabalhadores, como também propõem reduzir direitos já conquistados.

 

A inflação atinge de maneira mais perversa os menores salários, a partir do elevado custo da alimentação, do gás, combustível, etc. Diante deste cenário, o patronal, demonstra total descaso diante as dificuldades que o Governo impõe aos trabalhadores, ao propor redução de direitos da Convenção Coletiva da Categoria, reduzir ganhos dos trabalhadores com a retirada do prêmio por antiguidade (Quinquênio/ Triênio e baratear o custo da demissão com a retirada da cláusula da Parcela Rescisória Adicional. 

 

A Fetim-Ba não vai baixar a guarda, continuará lutando para manter os direitos já conquistados e pelas propostas presentes na pauta de reivindicação aprovada pelos trabalhadores. Uma nova rodada de negociação acontece na próxima semana, dia 17 de agosto.

 

Abaixo, a proposta apresentada pelos patrões :

•Reajuste do Piso Salarial em  11,92%;
•Reajuste Salarial para os salários acima do piso em 9,0% aplicados sobre os salários de junho/2022 em duas parcelas  ( 4% em agosto/2022 e 5,0% em novembro/2022);
•Retirada das cláusulas de Quinquênio/Triênio  e Parcela Rescisória Adicional  da CCT;
•Alterar a cláusula Registro de ponto

 

Os Sindicatos dos Trabalhadores rejeitaram a proposta patronal e mantiveram  a contra proposta:

•Reposição da inflação medida pelo INPC-IBGE de 11,92% em julho/2022;
•Aumento real de 2% em julho/2022;
•Piso Profissional;
•Plano de Saúde (nas empresa que não fornecem o benefício);
•Manutenção das demais cláusulas da CCT vigente.

Outras Notícias

Acesso restrito

Boletim Online

Cadastre-se e receba nossos boletins.

Parceiros