Notícias

CTB, centrais e movimentos sociais intensificam construção do ato no dia 11

Geral, 09 de Agosto de 2022 às 13:00h

A “Mobilização nacional em defesa da democracia e por eleições livres” acontece dia 11, em todo o país.

 

Para avançar na construção do ato no dia 11 de agosto, representantes das centrais sindicais e dos movimentos sociais baianos realizaram reunião na sexta (7), no Sindquímica, em Salvador. A luta contra as ameaças fascistas do presidente Jair Bolsonaro (PL) será reforçada com a “Mobilização nacional em defesa da democracia e por eleições livres”.

 

A ideia central do encontro foi a construção de atividades nas categorias, entre os estudantes e nos bairros da capital e cidades do interior. Organizado pelas centrais sindicais, movimentos populares, partidos, estudantes e outras entidades da sociedade civil, o ato promete ser um dos maiores da retomada das mobilizações no País.

 

Segundo a presidenta da CTB Bahia, Rosa de Souza, os sindicatos devem participar ativamente da construção dos atos no estado, colaborando com suas estruturas e dirigentes na mobilização. "O movimento sindical sempre respondeu positivamente nesses momentos. E agora não será diferente, pois nossa Central está orientando as coordenações regionais e as entidades filiadas para construírmos grandes atos", afirmou.

 

Participaram da reunião dirigentes da CTB Bahia, CUT, Força Sindical, sindicatos, PCdoB, PT, PSB, PSol, Unegro, UJS, Juventude do PT, UBM e UNA-LGBT, além da prefeita de Lauro de Freitas, Moema Gramacho, e a secretária de Políticas para Mulheres, Julieta Palmeira.

 

MULHERES

 

Após o dia 11, as mulheres vão às ruas no dia 13 de agosto, contra a fome, a miséria, a Reforma Trabalhista e a violência contra a mulher. É a retomada das manifestações populares para mobilziar a sociedade contra os desmandos do atual governo.

 

Fonte: CTB Bahia

Outras Notícias

Acesso restrito

Boletim Online

Cadastre-se e receba nossos boletins.

Parceiros